Instalação do Lazarus IDE

Home  >>  Programação  >>  Instalação do Lazarus IDE

Instalação do Lazarus IDE

16
Abr,2013

0

Lazarus é um conjunto de livrarias de classes para o Free Pascal. O Free Pascal é um compilador que é lançado sob a licença GPL que corre em Linux, Windows, OS/2 e outros.

Fonte: https://www.lazarus.freepascal.org

Lazarus splash logo

Lazarus splash logo

Assim, genericamente falando, podemos considerar que o Lazarus é um bom compilador para os iniciantes na programação que pretendam aprender a programar em Pascal.

Quer num SO Windows, Linux ou OS X, o nosso programa será compilado de acordo com a plataforma.

 

Instalação

Para instalar o Lazarus, necessita ir a https://www.lazarus.freepascal.org, onde encontrará um link para downloads, que o levará a https://sourceforge.net/projects/lazarus/files.

Escolha o seu sistema operativo (se o seu computador suporta 64bits, descarregue a versão adequada) e depois escolha a última versão do Lazarus.

No caso de utilizar um computador com Linux ou Mac OS X, existem pacotes adequados a cada distribuição. Terá que instalar os pacotes: Lazarus, fpc e fpcsrc.

 

Abrir o Lazarus

Windows: Iniciar → Lazarus

Encontrará várias janelas:

  • Lazarus IDE: janela principal do programa onde pode, por exemplo, criar um novo projecto, guardar ou mandar compilar o programa;
  • Object Inspector: onde teremos acesso às propriedades dos objectos em POO;
    Source Editor: espaço onde vamos trabalhar. É aqui que escrevemos a linguagem de programação;
  • Messages: mostrará as mensagens da compilação do programa (avisos, erros, etc).

Na verdade, para aprendermos a programar, começamos por trabalhar programação estruturada. Quero com isto dizer que apenas iremos necessitar da janela principal, do source editor e da janela messages. Feche as outras!

Lazarus IDE

Lazarus IDE

 

Linux e Mac OS X – dificuldade na compilação / execução:

Ao carregarmos no botão “play”, o Lazarus compilara o nosso código. No entanto, em Linux e em Mac OS X o nosso programa é executado em background! Assim não o vemos a correr! Isto faz com que tenhamos que aceder à pasta do nosso programas e mandemos executar o binário.

Oportunamente editarei este post com indicações para contornarmos esta situação.

Comments are closed.